Anvisa aprova primeiro spray nasal contra a depressão no Brasil

A Anvisa aprovou no dia 03/11/2020 o primeiro spray inalável para o tratamento da depressão. Com o nome comercial de Spravato, o cloridrato de escetamina é indicado na terapia de adultos com sintomas resistentes à doença, em que não houve melhora em pelo menos duas terapias anteriores, ou quando a pessoa apresenta comportamento ou ideias suicidas.

O medicamento foi criado pela Janssen, empresa farmacêutica do grupo Johnson & Johnson, e o grande diferencial desse medicamento em relação a outras drogas existentes no mercado, é que sua ação no cérebro seria mais rápida, fato que é primordial para pacientes com pensamentos suicidas. Essa droga começa a fazer efeito em poucas horas, sendo que, normalmente, os antidepressivos comuns geram resultados apenas após cerca de um mês do início da terapia.

Os antidepressivos disponíveis atualmente têm ação nas monoaminas, como a serotonina, a dopamina e a noradrenalina. Já a escetamina intranasal age nos receptores de glutamato N-metil-D-aspartato (NMDA), que auxilia na restauração das conexões sinápticas em células cerebrais dos pacientes depressivos. Por isso, sua indicação é para que seja administrado em conjunto com um antidepressivo oral.

Os resultados de duas análises clínicas de fase 3 mostraram que a escetamina, em conjunto com a terapia padrão, foi capaz de reduzir os sintomas depressivos em até 24 horas após a primeira dose. Depois de mês de tratamento, 70% dos pacientes demonstraram melhora nos sintomas mais graves da doença. Contudo, o produto não teria sido capaz de prevenir o suicídio ou diminuir a intenção ou o comportamento suicida, apenas por meio do uso. Nesse sentido, sua utilização não descarta a necessidade de internação dos pacientes, quando há indicação médica para o tratamento.

Entre as principais reações adversas observadas durante os estudos com a escetamina estão: dissociação, tontura, náusea, sedação, sensação de girar, visão embaçada, sentido reduzido de toque e sensação, ansiedade, falta de energia, pressão arterial elevada, vômito, parestesia e sensação de embriaguez.

Para que a administração do medicamento seja feita de forma correta, a escetamina intranasal será utilizada apenas em hospitais e clínicas autorizadas, sempre sob supervisão e orientação de um profissional de saúde.


Fonte: Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ)

4 visualizações
Atendimento
Redes Sociais
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
Endereço

Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700

Centro – Alfenas/MG

Prédio K - sala 107A

FAJr.

____________________________________________
© 2020 FARMALFENAS JÚNIOR