O que é Intoxicação Alimentar

O que é a Intoxicação Alimentar?

A intoxicação alimentar é um termo genérico para a contaminação após ingerir alimentos ou água que contenha fungos, bactérias, vírus, parasitas, toxicas, agrotóxicos, produtos químicos, metais pesados e outros, que podem causar mais de 250 diferentes doenças. Comumente a intoxicação alimentar pode causar sintomas como diarreias, vômitos, dores abdominais e dores de cabeça.


Por que e como ocorre está contaminação?

Diversos fatores podem ocasionar a contaminação dos alimentos e da água que ingerimos, mas muito depende também da atenção que damos aos cuidados com o que consumimos e cultivamos. Os principais meios de contaminação estão no consumo de carnes cruas (contaminados normalmente pela Taenia saginata, Campylobacter, Salmonella, E. coli, etc), frutas e vegetais irrigados com águas contaminadas por dejetos animais e humanos, manipulação de alimentos com as mãos ou utensílios mal lavados e contaminados, entre outros. Ao entrar em contato com nosso corpo, estes agentes patógenos irão causar uma infecção no nosso sistema digestivo e, em alguns casos mais graves, ovos de parasitas podem cair na corrente sanguínea e se alojarem em outros órgãos do corpo, como ocorre na cisticercose.


Como tratar um caso de intoxicação alimentar?

A ingestão de líquidos e uma alimentação leve é um dos principais métodos, assim o corpo repõe os líquidos e nutrientes perdidos com os sintomas, havendo uma melhora em poucos dias. Entretanto, caso os sintomas persistirem ou se agravarem, é necessário que consulte rapidamente um médico e faça o uso de medicamentos específicos para o agente causador da intoxicação e os sintomas mais graves.


É possível evitar as contaminações?

É possível e muito simples de serem evitadas! Medidas como a lavagem das mãos, das superfícies e dos utensílios que terão contato com os alimentos são os mais simples, manter os alimentos crus longe dos prontos para consumo (evitando contaminação cruzada), cozinhar os alimentos em uma temperatura e tempo seguro, garantindo a eliminação de qualquer micro-organismo, armazenar corretamente os alimentos, dentro de recipientes ou refrigerados/congelados, lavar bem as frutas e verduras antes de ingeri-las e em caso de dúvidas da qualidade ou procedência do alimento, descarte-o.


O POP (Procedimento Operacional Padrão) contra a intoxicação alimentar

Restaurantes, mercados, feiras, lanchonetes e demais estabelecimentos que lidam com alimentos podem adotar POPs para que a contaminação seja evitada, criando procedimentos desde o recebimento e escolha dos produtos até o momento de montagem e exposição dos alimentos pronto para o consumo. É muito importante que se compre alimentos de locais com medidas sanitárias adequadas, lavar bem os produtos ao recebe-los e armazená-los corretamente, manter o local de preparo sempre limpo e higienizado, cozinhar e lavar bem os alimento durante o preparo e, quando exposto, manter bem protegidos para evitar a contaminação ou presença de insetos.

8 visualizações0 comentário